setembro 13, 2016

Segurança e trânsito

Posted in Uncategorized às 7:46 pm por redestyllus


O quadro atual remete para as prefeituras uma situação onde temos o efetivo da Brigada Militar e da Polícia Civil abaixo da década de 1980. O videomonitoramento é uma das reivindicações da comunidade nas entradas e saídas de Portão. Qual o plano de governo nesta área:

Luciane Brito(PP)- “Precisamos saber como funciona o nosso sistema viário e estudar melhorias a serem implantadas. O videomonitoramento precisa sair do papel numa parceria com empresas, e Prefeitura de Portão. Precisamos repaginar as principais avenidas do Município. Vamos ouvir as entidades em nosso governo”.

José Renato das Chagas(PDT)- “O caminho para Portão é o cercamento eletrônico com o videomonitoramento, e neste sentido a ETEP vai nos ajudar muito. Uma Câmara boa hoje custa dez mil reais que multiplicados por 10 nos leva ao gasto de R$ 100.000,00. Desde 2004 a prefeitura tem um estudo para retirar o transito pesado na Avenida Brasil para a Ceará. Hoje ele está devassado, e precisa ser atualizado. O projeto foi desenvolvido na época por um arquiteto renomado. Na Polícia civil e Brigada Militar temos efetivo baixo em relação a 1980”.

Maria Odete Rigon(PMDB)- “Estamos lutando junto ao Estado o aumento do efetivo da BM e Polícia Civil. Está muito difícil. Temos mapeados 22 pontos para videomnitoramento, e a prefeitura de Portão participará desta iniciativa com valores. Precisamos aumentar a patrulha rural. O estudo de videomnitoramento está em Brasília. Precisa de 6 a 8 milhões para ser implantado”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: