agosto 25, 2016

Câmara se mobiliza com a São Jorge por mais segurança

Posted in Uncategorized às 5:06 pm por redestyllus


Ao participar de reunião na São Jorge na Quarta-feira, 24 de agosto à noite, em que se debateu o crescimento da criminalidade no bairro, o Poder Legislativo de Portão se comprometeu a tomar duas providências: solicitar nos próximos dias uma força-tarefa composta pela Polícia Civil, Conselho Tutelar e Ministério Público a fim de reduzir a circulação de adolescentes à noite pelo bairro e em outros pontos da cidade, além de agendar reunião com a Secretaria de Segurança Pública com o intuito de reivindicar plantão 24 horas na Delegacia de Polícia de Portão.

“Continuamos enfrentando esse dilema do deslocamento de policiais e viaturas até São Leopoldo à noite e finais de semana para registro de ocorrências, o que prejudica o policiamento ostensivo no município”, explica o Vereador João Pedro Gaspar dos Santos(PT), que coordenou a reunião ao lado do colega Diego Martins(PMDB).

Também participaram do encontro e apoiam a mobilização o presidente da Câmara, Gerson Roza(PMDB), mais os vereadores Ari de Oliveira(PDT), Jorge Rodrigues Flores(PSB), Silvio Eurico da Silva(PMDB) e Ailton Coelho (SD).

Além de moradores, estiveram presentes pais de alunos das escolas Vila São Jorge e ETEP, diretores da associação de bairro e o comandante da Brigada Militar de Portão, capitão Ademir Henz.

A avaliação dos Vereadores é que se trata de uma questão complexa cuja solução depende, também, da própria comunidade. “As famílias precisam dar a devida a atenção a seus filhos. E os moradores em geral precisam denunciar situações suspeitas e, se há algum delito, fazer o registro. Porque é com base em estatísticas que a cúpula da polícia planeja suas ações, designa ou não mais policiais e libera ou não mais horas extras”, salienta Diego.

Ainda no que cabe à população para o aumento da segurança, João Pedro citou o caso do Complexo Desportivo Municipal, o “Parcão”, onde o consumo de drogas fica facilitado à medida que as famílias não o frequentam.

“As pessoas precisam ocupar os espaços públicos e seguirem unidas em torno deste propósito por mais segurança. Locais ermos só favorecem a concentração de suspeitos”, alerta.

Segundo os Vereadores, o comandante da BM determinou a intensificação do patrulhamento no bairro mediante o emprego de uma equipe exclusiva para a missão, porque houve aumento da cota das horas extras na Companhia local.

Neste sentido, convém que a comunidade se acostume às abordagens dos brigadianos. “Não raro, as pessoas primeiro reclamam de falta de policiamento e, quando tem abordagem, reclamam também. Estamos perdendo o senso de comunidade”, alerta Diego.

Na opinião do presidente Gerson Roza, outro passo importante é os pais pararem de terceirizar a educação dos filhos. “Olha o caso dos 85 adolescentes apreendidos nos inferninhos do Centro de Porto Alegre, na última semana.

Teve jovem que foi levado para casa pela Brigada porque nem telefonando e avisando os pais foram buscá-los. Dizem que não podem mais com a vida deles, mas é um absurdo”, critica.(Redação: Assessoria de Imprensa da Câmara de Portão DRT 000239/2009-97 // Fotos: Divulgação / Câmara)

reunião na São Jorge

reunião na São Jorge2

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: