janeiro 5, 2016

Defesa do administrador da Rodoviária

Posted in Uncategorized às 3:28 pm por redestyllus


Em sua defesa o administrador da Rodoviária de Portão João Lottermann salientou que “sou a favor da legalização do prédio através de alvará; alias ela já esteve legalizada, e hoje só não está por manutenção de um impasse com o ex-prefeito Elói Besson; hoje o movimento é pequeno tornando-se insustentável a sua manutenção, pois o faturamento bruto é de R$ 6.000,00 mensais”.

João disse em outro momento que “encaminhamos ao DAER um requerimento para que seja cumprida Lei Estadual de retirada das paradas de 1.500 metros; através deste documento solicitamos um acordo com o DAER para que se reduza para 900 metros, e o mesmo acordo foi aceito pela entidade; por ele ficaria a parada do Supermercado Atz e aquelas anteriores seriam retiradas; no sentido a Rincão do Cascalho ficaria a parada em frente ao ReiFrio, as anteriores seriam retiradas”.

O administrador João disse que “a parada em frente à rodoviária na RS 240 foi colocada para os ônibus urbano que não param ali, e sim na Rua Júlio de Castilhos; com o acordo aceito pelo DAER todos os ônibus entrariam na rodoviária, e este faturamento bruto dobraria para R$ 12.000,00; defendo a diminuição da rampa da Styllus Rede de Ensino”.

A prefeita Maria Odete Rigon citou que “para ser fornecido o alvará tem de ser retiradas às paradas e a diminuição da rampa da Styllus Rede de Ensino que teria de ser reformulada, pois assim como está invadiu dois metros a faixa de domínio da DAER”.

Em resposta a esta questão João comentou que “sou a favor das solicitações da prefeitura; vamos fazer as alterações e assim não somente a lancheria da Rodoviária teria o alvará(como acontece hoje); o restante da Rodocenter não tem; hoje quando uma empresa precisa de nota forneço a de Estância Velha, pois aqui não tem alvará”.

Os Vereadores presentes se comprometeram em assinar um documento concordando com as retiradas das paradas e a diminuição da rampa da Styllus, bem como conversariam com os outros quatro colegas que não compareceram a audiência.

A prefeita Maria Odete Rigon pretende ouvir outras entidades como CICS e CDL, entre outras para tomar a decisão.

De tudo que se ouviu tira-se à conclusão de que a rodoviária não irá fechar, e a prefeita Deti apenas está buscando valorizar a sua decisão, pois sabe que as paradas terão de ser retiradas.

DSCF6498

DSCF6507

DSCF6508

DSCF6525

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: